Assinar este feed RSS
Beatriz Freitas-Branco

Beatriz Freitas-Branco

O O Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) desenvolveu o estudo “Metabolically healthy overweight in Young adulthood: is it a mater of duration and degree of overweight”, que visa perceber se o perfil metabólico aparentemente saudável de alguns pacientes com obesidade seria apenas uma situação pontual ou se estes tinham características que poderiam reduzir o risco associado à patologia.

Ao promover o sedentarismo, o teletrabalho tem sido um "grande obstáculo" à saúde digestiva, afirmam os especialistas, em comunicado, destacando ainda que a procura de consultas é motivada pela obesidade e a síndrome do intestino irritável.

Uma investigação, que recolheu dados de mais de 6,9 milhões de pessoas em Inglaterra, verificou que o risco de COVID-19 grave começa a aumentar em pessoas com um índice de massa corporal (IMC) acima dos 23kg/m2. Outra conclusão indica que pessoas abaixo do peso - com um IMC menor a 18,5kg/m2 – também poderão ter um risco maior.

A Associação Portuguesa de Podologia (APP) fez notar a sua preocupação com os dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que apontam para uma redução entre os 25% e os 38% da atividade física dos portugueses, desde o início da pandemia de COVID-19. 

A Associação Nacional de Fibrose Quística (ANFQ) propõe, desde já, a leitura do livro “Nutrição na Fibrose Quística”, uma vez que manter ou ganhar peso de forma saudável é um dos principais desafios da patologia. O novo manual responde a questões e dúvidas sobre as necessidades alimentares dos doentes diagnosticados com esta patologia, que têm uma maior dificuldade na absorção dos nutrientes.

Além da idade, doenças como cancro, diabetes e obesidade passam a estar na lista das prioridades da vacinação contra a COVID-19.

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) auxiliou o Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, nos Açores, na formação e na implementação de uma unidade de cirurgia bariátrica. Esta é a segunda instituição hospitalar portuguesa que recebe esta ajuda, que está ao abrigo de um protocolo de cooperação entre ambas as entidades.

Um estudo que acaba de ser publicado do Journal of Endocrinology aponta para uma associação entre a obesidade e hemorragia menstrual intensa. Os investigadores concluíram que a obesidade resulta num ambiente endometrial pró-inflamatório na menstruação, o que pode atrasar a reparação endometrial e aumentar perda de sangue menstrual.

A World Gastroenterology Organisation (WGO), juntamente com a International Federation for the Surgery of Obesity and Metabolic Disorders (IFSO), vai realizar um webinar mundial a 29 de maio, no âmbito do Dia Mundial da Saúde Digestiva, tendo como tema "Obesity: An Ongoing Pandemic".

sexta-feira, 16 abril 2021 13:27

Reveja o webinar “Obesidade e a Mulher”

O Grupo Medinfar organizou ontem, dia 15 de abril, um webinar decicado ao tema “Obesidade e a Mulher”, que explorou o impacto de excesso de peso nas várias fases da vida. Reveja a sessão virtual completa, que já se encontra disponível.

Pág. 1 de 8